top of page
  • Foto do escritorAlisson Lima - Psicólogo e Neuropsicólogo Clínico

SERVIÇOS DE CRECHE

Após a gestação e concepção do seu pequenino, chega um momento difícil para a mãe e o bebê, no qual irão se separar, mesmo que por algumas horas diárias ou por um período integral, pois a licença maternidade terminou e a mãe deve voltar ao trabalho.



O que fazer? Abandonar o emprego e cuidar do bebê? Encontrar uma creche? Deixar com os avós ou familiares próximos?


De fato é uma situação difícil, o ideal para o desenvolvimento infantil seria a mãe permanecer com o seu bebê pelos dois primeiros anos de vida, e muitas mães o faz, inclusive a mães de primeira viagem, porém sabemos que a maioria não pode se dar ao privilégio de deixar seu emprego, pois isso prejudicaria a renda familiar. A antiga modalidade de deixar com os avôs já não é uma possibilidade tão certa, pois estes possuem atualmente suas próprias atividades, não dispondo de tempo para cuidar dos netos.


O mundo mudou muito, e as creches são a saída para as mães que não tem com quem deixar seus filhos.


O que se deve considerar no momento da escolha de uma creche. Listamos abaixo alguns critérios para a escolha de uma boa creche:


- Instalações licenciadas. Atendendo os requisitos mínimos de saúde, incêndio, segurança;


- Instalações limpas e seguras, com espaço aberto e ao ar livre;


- Funcionamento com pequenos grupos, alta proporção adulto-criança e quadro de funcionários estável, competente e com alto grau de envolvimento;


- Cuidadores treinados em desenvolvimento infantil;


- Cuidadores afetuosos, carinhosos, acolhedores, responsivos e sensíveis, que fazem valer a sua autoridade, sem serem restritivos ou controladores;


- Promover programas de bons hábitos de saúde;


- Equilíbrio entre atividades estruturadas e liberdade para brincar, sendo atividades apropriadas para a idade;


- Acesso a materiais e brinquedos educativos;


- Incentivo a autoconfiança, a curiosidade, a criatividade e a autodisciplina das crianças;


- Encorajar questionamentos, resoluções de problemas, expressões de sentimentos e opiniões e tomada de decisão;


- Promover a autoestima, o respeito pelos outros e as habilidades sociais;


- Auxilio aos pais a aprimorarem habilidades para educar a criança;


- Promove a cooperação com escolas públicas e privadas e com a comunidade.


Muitos detalhes não é mesmo? Parece até impossível, mas devemos levar em conta que o elemento mais importante na qualidade da assistência prestada à criança é o cuidador. As crianças necessitam de um adulto em que possa criar um vínculo de confiança no caso da ausência da mãe. Esse adulto cuidador deve ser responsivo, o que auxiliará o desenvolvimento cognitivo, lingüístico e psicossocial da criança.



A criança precisa deinterações afetuosas e dedicadas, não com várias pessoas, mas com algumas próximas, tendo um funcionário referência, em que poderá recorrer quanto se sentir insegura, isso colabora com a diminuição de problemas comportamentais.


Considerar que nem todos terão a possibilidade de custear uma creche de alto padrão para seus pequenos, porém há cuidados que são essenciais e que devem ser levados em conta, pois uma creche que possui um cuidador referência que tem a cargo muitas crianças, não será referência para nenhuma delas, podendo causar insegurança, estresse e problemas no comportamento, entre outros.


Nós da A L Psicologia acreditamos que ao estudarmos e entendermos os materiais de diversos tipos sobre o tema creches, a experiência adquirida por você poderá colaborar para uma melhor compreensão sobre como se dá o desenvolvimento e socialização infantil, o que lhe ajudará a entender seus filhos e suas necessidades no momento em que estiver iniciando essa fase difícil de “separação”; e também conseguirá escolher com mais facilidade uma boa creche!


Para adquirir novos conhecimentos e aprimorar o seu repertório sobre como educar o seu filho, continue lendo nossas matérias e navegue em nosso site!

Deixe seu comentário e até a próxima,


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page