top of page
  • Foto do escritorAlisson Lima - Psicólogo e Neuropsicólogo Clínico

INFLUÊNCIAS SOBRE O DESEMPENHO ESCOLAR

Há uma rede de influências sobre o desempenho escolar das crianças além das suas próprias características, existem os níveis do contexto de suas vidas, a família, a sala de aula, mensagens enviadas pelos amigos, ou mesmo a cultura em seu todo.



Citaremos a seguir, para melhor entendimento sobre o desenvolvimento infantil, algumas dessas influências, lembrando que, não são regras:


Crenças de autosuficiência: Estudantes que acreditam que podem dominar e controlar suas tarefas escolares e aprendizagem tendem a ser mais bem sucedidos, pois determinam metas satisfatórias e estratégias para conquistá-las.


Gênero: Meninas tendem a ir melhor na escola do que os meninos, isto envolve notas, menor probabilidade de reprovação, menos problemas escolares. Essas diferenças podem ser explicadas por fatores como experiência precoce e expectativas culturais.


Estilos de parentalidade: essa influência pode afetar a motivação da criança, consequentemente, o sucesso escolar.


Pais democráticos tendem a ter filhos que apresentam melhores resultados, que possuem curiosidade e interesse em aprender, gostam de desafios e solucionam problemas.


Pais autoritários, que controlam de perto e confiam na motivação superficial, tendem a ter filhos com baixos níveis de aproveitamento escolar.


Pais permissivos não possuem o hábito de se envolverem, tão pouco de demonstrarem interesse em saber como estão os filhos, sendo que estes também apresentam baixo aproveitamento escolar.



O temperamento da criança deve ser levado em consideração, pois este influencia o resultado do relacionamento parental, que não se trata de uma via de mão única.


Nível Socioeconômico: a tendência é termos como lógica que crianças e jovens de famílias mais favorecidas terão melhor desempenho, porém, em partes.


Há alguns jovens que provem de famílias menos favorecidas e se saem bem e melhoram as condições de vida, pois o que pode fazer a diferença é o capital social, a rede de recursos comunitários que crianças e famílias possam ter acesso.


Métodos Educativos: Utilizando variedades de formas, ressaltando habilidades criativas e práticas, memorização e pensamento crítico, os estudantes aprendem melhor.


Tamanho da Classe: Um menor número de alunos por sala de aula, tende que estes sejam mais sociáveis, interativos e permitem instrução de melhor qualidade e apoio emocional.


Inovações Educacionais: Escolas que não reprovam com o intuito de manterem todos da mesma idade na mesma série podem levar os alunos a expectativas mais baixas, ao mau desempenho e a evasão escolar.



Identificar com antecedência os estudantes em risco e intervir antes que eles falhem, para muitos educadores essa seria uma solução real, senão a única.


Fornecer escolas e/ou programas alternativos para estes estudantes em risco, com classes menores, instruções corretivas, aconselhamentos e intervenções nas crises, pode ser uma forma de solução.


Uso da Mídia: Escolas públicas não possuem tanto acesso a essas tecnologias.


As mídias domésticas como a televisão, influenciam no desenvolvimento infantil, assim como os computadores, jogos de videogames, smartphones, internet e estudo.


O uso da internet é uma possibilidade de instrução individualizada, de comunicação global e de treinamento prévio nas habilidades de pesquisa independente, porém, para as crianças e adolescentes podem ser fontes de perigo devido ao risco de exposição a material nocivo ou inadequado. É necessário que estudantes aprendam a avaliar a informação encontrada, de forma criteriosa, e também saber separar fatos de opiniões e de publicidade.

Nós da A L Psicologia acreditamos que ao estudarmos e entendermos os materiais de diversos tipos sobre as influências no desempenho escolar auxiliará aos pais a compreender o andamento do processo educacional de seu filho, reconhecendo os pontos positivos e negativos que por ventura possam surgir nessa trajetória, ajudará também a entender seus filhos, o que trará mais empatia a toda família.


Para adquirir novos conhecimentos e aprimorar o seu repertório sobre como educar o seu filho, continue lendo nossas matérias e navegue em nosso site!

Deixe seu comentário e até a próxima,


42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page